Saúde
20 jun 2022

Relacionamentos abusivos: fique atenta aos sinais


Se preferir ouvir o texto, clique na seta.

Relacionamentos abusivos – Passamos diversos momentos de nossa vida em algum relacionamento amoroso e muitas vezes estamos tão apaixonadas que não percebemos sinais de que algo pode estar errado.

Relacionamentos abusivos existem em todos os lugares, independente de classe social ou localização, e por isso é importante ter atenção aos sinais para procurar ajuda.

Separamos alguns pontos comuns, que podem auxiliar na análise de seu próprio relacionamento ou, até mesmo, ajudar alguma amiga ou conhecida que acaba se encaixando em alguma atitude listada abaixo.

Confira:

Relacionamentos Abusivos – Sinais de alerta

Ciúme exagerado: é comum conhecermos pessoas ciumentas, mas devemos ter atenção aos exageros.

Ficar com ciúme de sua família, de filhos e melhores amigos, ao ponto de tentar controlar sua vida ou invadir sua privacidade, é um sinal de alerta.

Atitudes controladoras: não é saudável ter que pedir permissão para seu par quando você quer ver sua família, iniciar um novo emprego, curso ou comer determinado alimento, por exemplo.

Se a pessoa está controlando sua vida e colocando sempre a desculpa que é “para seu bem”, fique atenta.

Proibições e afastamentos: não é um bom sinal se seu par exige que você pare de ver determinada pessoa, que se afaste de amigos e familiares.

Manipulação e chantagem: um ponto de alerta muito importante! Não é nada sadio que a pessoa fique fazendo chantagens caso você não faça o que ela quer.

As mais comuns são: ”vou acabar com você se fizer isso”, ”vou ficar doente se você agir assim”, ”vou me machucar”, entre outros.

Invalidação de emoções: não é saudável ter seus sentimentos e emoções invalidados pelo seu par.

Se um lado acusa o outro de estar exagerando, de ser “louca” ou o que você sente é besteira, fica mais difícil ter uma conversa aberta entre o par.

Em um relacionamento, ambos os lados devem estar dispostos para a conversa.

Ameaças: se a pessoa ameaça sumir com seus filhos, seu dinheiro ou até te agredir, é um enorme sinal vermelho para qualquer relacionamento.

Violência: de acordo com a OMS, uma a cada quatro mulheres no mundo sofreu violência por parceiro nos últimos dez anos. Pode parecer algo distante da realidade, mas não é.

Lembre-se

Lembre-se portanto, que a violência não é só física, ela também pode ser psicológica e estar relacionada a qualquer ponto citado acima.

Em caso de violência entre em contato com a Central de Atendimento à Mulher, no telefone 180.

Para abusos contra crianças e adolescentes, disque 100.

Enfim, lembre-se que existe uma rede de apoio para os casos de abuso e violência, e que você não está sozinha.

Caso sinta que seu relacionamento possui algum ponto de alerta fale com sua terapeuta e busque ajuda.

E se você conhece alguém nesse tipo de situação demonstre seu apoio de forma reservada, ofereça suporte emocional e ajuda.

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • #dicadodia
  • #timidez #adolescentes #criançatimida
  • Vamos encorajar a autonomia das nossas crianças e adolescentes?
#educarcomamor #adolescentes
  • #sextou 😉
YouTube
Se inscreva!