Bem Estar Diversos Gravidez
15 jul 2014

Quando o sonho não se realiza

Imagem: Shutterstock

Imagem: Shutterstock

Muitos casais sonham em ter um filho, mas algumas vezes esse sonho não pode se realizar sozinho. Cada vez mais os adultos adiam a formação de uma família, focando primeiro nos estudos e em construir uma carreira sólida. No entanto, quanto mais velho for o casal, menor a chance de engravidar naturalmente.

Além da idade, fatores genéticos e doenças adquiridas também podem impedir um casal de ter filhos. Tanto a mulher quanto o homem podem ter dificuldades para conceber uma nova vida. Quando isso ocorre, é importante procurar uma clínica de reprodução humana e por meio de exames, descobrir o que há de errado.

Tratamentos
Há diversos tratamentos que podem aumentar a fertilidade do casal, criando assim a chance de ocorrer a fertilização de forma natural. Calcular o período fértil da mulher é uma boa ideia, uma vez que em certos períodos do ciclo menstrual a chance de engravidar é maior. Além disso, o casal pode procurar uma boa alimentação e hábitos saudáveis de vida, bem como a suplementação de ácido fólico para a mulher, afim de garantir uma gestação saudável.

Em alguns casos, pode ser necessária a intervenção cirúrgica para resolver a infertilidade. Assim, é possível resolver casos de mioma, má formação uterina e endometriose na mulher. Já em relação ao homem, pode-se realizar a cirurgia para tratar a varicocele ou a reversão da vasectomia.

Fertilização assistida
Quando os tratamentos não surtem efeito, o casal pode optar por métodos de fertilização assistida. Assim, as taxas de sucesso para gravidez são muito altas, e quase qualquer casal pode realizar o sonho de ter um filho. Diversas técnicas podem ser utilizadas, como:

– Inseminação artificial – consiste na deposição do sêmen na cavidade uterina. Pode ser utilizada em alguns casos de infertilidade, e é considerado um procedimento de baixa complexidade;

– Fertilização in vitro (FIV) – nessa técnica, o óvulo é fecundado em ambiente laboratorial e após alguns dias, o embrião é transferido para o útero da mulher. Podem ser utilizados óvulos e espermatozoides próprios do casal, retirados através de pequenos procedimentos, ou doados. É a técnica com maior índice de sucesso.

Através dos avanços da medicina, diversos casais que não conseguem ter filhos naturalmente podem realizar esse sonho, basta procurar ajuda quando necessário.

Fonte: Materprime

By Maristela Duarte, estudante de Jornalismo na Cásper Líbero, São Paulo-SP

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
2 Comentários
  1. 04/12/14 - 09h01

    Casais que apresentem dificuldade para engravidar após 1 ano de tentativa devem procurar especialista em reprodução humana. Podem precisar tratamento para engravidar de inseminação artificial e/ou fertilização in vitro.
    Dr. Gustavo Kröger
    CRM 124958/SP
    http://www.clinicaevo.com.br

    • 04/12/14 - 12h03

      Dr Gustavo, muito obrigada por acompanhar o Dicas Pais e Filhos.
      Adorei seu comentário….
      Volte sempre. Abraços, Gabriella

Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Você sabe o que é Disciplina Positiva? Ela é uma abordagem de ensino-aprendizagem que foca especialmente no desenvolvimento da resiliência, da disciplina e do respeito. Baseada em pesquisas dos psiquiatras Alfred Adler e Rudolf Dreikurs, essa teoria se tornou bastante popular nos anos 80, com a publicação do livro Positive Discipline, da Dra. Jane Nelsen. Saiba mais em www.dicaspaisefilhos.com.br 
#disciplinapositiva
  • A utilização dos canais digitais pode trazer uma série de benefícios para as crianças e adolescentes, mas também é preciso estar atento aos malefícios. Por isso, separamos alguns pontos para mantermos a atenção com nossos filhos, confira! 
#mundodigital #internet
  • O uso das telas está aumentando cada vez mais: durante os últimos anos fomos obrigados a interagir, trabalhar e estudar pela tela de um computador ou celular. Se durante a vida adulta já enfrentamos dificuldades de estar conectados às telas o tempo todo, durante a infância e adolescência o problema pode ser ainda maior. Existem algumas dicas para poder manter a utilização saudável das telas durante o desenvolvimento dos filhos, por isso separei algumas orientações da Sociedade Brasileira de Pediatria (www.sbp.com.br) sobre o tempo indicado de tela por faixa etária. Confira em www.dicaspaisefilhos.com.br 
#temponocelular
  • #frasesinspiradoras
YouTube
Se inscreva!