Brincadeiras Diversão
10 fev 2014

Vamos brincar?

brincadeiras
Precisamos resgatar as brincadeiras de antigamente. Várias delas as crianças de hoje já conhecem mas acabam se esquecendo e passando a maior parte do tempo com os Ipads e na frente da televisão.

Hoje vou falar um pouco de brincadeiras antigas e tradicionais, que eu pelo menos adorava brincar. Vamos lá:

1. Amarelinha
É uma brincadeira que estimula a criança a ter noções dos números trabalhando a ordem das casas numéricas e dos números até dez. Estimula bastante o equilíbrio. A criança normalmente pula bem num pé só depois dos 5 anos, mas muito antes disso as crianças adoram brincar de amarelinha mesmo que cada uma brinque de uma forma, não acertando pular num pé só.

amarelinha

2. Passa Anel
Para essa brincadeira normalmente as crianças se colocam em fila, uma ao lado da outra com as mãos unidas. A brincadeira começa com a criança que está com o anel na mão, passando de uma em uma das crianças, tentando deixar o anel por entre as mãos unidas. Depois que passa em todas as crianças, ela já deve ter deixado o anel na mão de uma outra criança.
Após isso, a criança que estava com anel, pergunta a qualquer uma das crianças com quem está o anel? Se a criança acertar pega o anel e recomeça a brincadeira.

passa-o-anel

3. Pular Corda
Dois jogadores tocam a corda enquanto uma outra criança pula. As crianças brincam cantando “Um homem bateu na minha porta e eu abri. Senhoras e senhores, pulem num pé só. Senhoras e senhores, ponham a mão no chão. Senhoras e senhores, deem uma rodadinha. E vão, pro olho da rua!” (sair fora). Quem conseguir chegar primeiro ao final, sem errar no pulo, ganha!

4. Morto Vivo
As crianças ficam uma ao lado da outra e a brincadeira tem um líder que fica dando as “ordens”. O líder fala morto (todos tem que se abaixar) e quando ele fala vivo (todos tem que levantar).
A criança que erra vai saindo da brincadeira e ganha quem é o último a sair da brincadeira.

5. Batata Quente
As crianças sentam-se em roda e uma pessoa fica de fora. Vão passando uma bola bem rápido, de mão em mão e o que está de fora, de costas para a roda, grita “Batata Quente, quente, quente,…, queimou!”. Quem estiver com a bola quando o colega falar queimou, saí da brincadeira. O vencedor será aquele que não for eliminado.

batata-quente

6. Corre Cotia
É uma brincadeira de pega pega em volta da roda. As crianças normalmente adoram e é muito legal até mesmo para as crianças pequenas de 3 e 4 anos.
As crianças formam uma roda e sentam se no chão, mas uma delas fica de fora. A criança que ficou de fora corre pelo lado de fora da corra com um lenço na mão, ao som da música. “Corre cotia na casa da tia Corre cipó na casa da avó.
Lencinho na mão caiu no chão. Moça(o) bonita(o) do meu coração
Criança: Posso jogar? Roda: Pode! Criança: Ninguém vai olhar? Roda: Não!
Nesse momento da pergunta as crianças abaixam a cabeça para não ver aonde vai cair o lenço. A criança que ficou com o lenço atrás começa a correr atrás da que jogou. Acaba quando a criança que jogou consegue sentar na roda e começa tudo de novo. Caso a criança seja pega, ela começa de novo a brincadeira.

IlustracaoBricadeira10

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Você sabe o que é Disciplina Positiva? Ela é uma abordagem de ensino-aprendizagem que foca especialmente no desenvolvimento da resiliência, da disciplina e do respeito. Baseada em pesquisas dos psiquiatras Alfred Adler e Rudolf Dreikurs, essa teoria se tornou bastante popular nos anos 80, com a publicação do livro Positive Discipline, da Dra. Jane Nelsen. Saiba mais em www.dicaspaisefilhos.com.br 
#disciplinapositiva
  • A utilização dos canais digitais pode trazer uma série de benefícios para as crianças e adolescentes, mas também é preciso estar atento aos malefícios. Por isso, separamos alguns pontos para mantermos a atenção com nossos filhos, confira! 
#mundodigital #internet
  • O uso das telas está aumentando cada vez mais: durante os últimos anos fomos obrigados a interagir, trabalhar e estudar pela tela de um computador ou celular. Se durante a vida adulta já enfrentamos dificuldades de estar conectados às telas o tempo todo, durante a infância e adolescência o problema pode ser ainda maior. Existem algumas dicas para poder manter a utilização saudável das telas durante o desenvolvimento dos filhos, por isso separei algumas orientações da Sociedade Brasileira de Pediatria (www.sbp.com.br) sobre o tempo indicado de tela por faixa etária. Confira em www.dicaspaisefilhos.com.br 
#temponocelular
  • #frasesinspiradoras
YouTube
Se inscreva!