Diversos Nutrição
19 fev 2015

Obesidade Infantil

Obesidade Infantil

Fonte: www.obesidadeinfantil.org/

Hoje é dia de nutricionista no blog! O assunto de hoje é obesidade infantil e quem nos escreve é a nutricionista Gabriela Maia.

Hoje em dia com a obesidade infantil crescendo cada vez mais, o olhar para o que nossas crianças estão comendo ficar mais vigilante. Dados mostram que 15% das crianças e 8% dos adolescentes brasileiros estão obesos e em média 8 de cada 10 adolescentes obesos continuam na fase adulta.

E alimentos que muitas vezes são comuns em casa podem estar contribuindo para que as estatísticas tornem-se alarmantes! Por isso os pais e responsáveis tem papel fundamental na educação nutricional de seus filhos, dando preferência a uma alimentação saudável e fresca rica em frutas, legumes, verduras, grãos integrais e preparações caseiras. Afinal a criança não tem dinheiro para ir ao mercado e comprar guloseimas, biscoitos etc… literalmente o adulto é responsável pelo que tem dentro do armário de casa. Então a primeira regra é não ter o famoso “ local dos biscoitos e guloseimas” a disposição da criança, pois alimentos como biscoitos recheados, hambúrgueres, nuggets, cachorro quente, pizza, macarrão instantâneo são ricos em açúcar, gordura de péssima qualidade (saturada e trans) e sódio. Todos esses 3 nutrientes (sódio, gorduras e açúcar) formam um trio preocupante responsável pelo aumento no número de crianças com o colesterol alto, a pressão arterial elevada e excesso de peso. O consumo desse tipo de comida, se acontecer deve ser restrito a momentos pontuais como festinhas, um lanche no final de semana etc… Mesmo nessas ocasiões, o ideal é que os pais não substituam as refeições como o almoço e jantar por esse lanche, principalmente se a criança for muito pequena (até 3-4 anos) porque a formação do hábito alimentar saudável e do paladar ainda está sendo formado. A criança precisa ter uma rotina alimentar, isto é tomar café da manhã, lanchar pela manhã, almoçar, lanchar pela tarde e jantar. Dê preferência a preparações caseiras, isto é, quer mandar um bolo, faça um bolo simples ao invés de comprar aquele bolinho tradicional com recheio cheio de açúcar e gordura!

Ah, cuidado com as promoções que aliam o lanche com o brinde que sempre são de personagens que atraem as crianças e dão sempre a ideia de diversão. Muitas vezes a criança quer comer o lanche por conta do brinquedinho. O mais famoso sanduiche que alia a combinação , por exemplo, tem 636 calorias, 10,3 g de gordura saturada – que corresponde a 54% da recomendação diária!!!

E um ponto que não deve ser esquecido, os pais também precisam consumir alimentos saudáveis! Se esse hábito não estiver presente no dia a dia da família dificilmente a criança vai adquiri-lo e a não aceitação aos alimentos mais saudáveis passa a ser uma situação constante. Além disso, leve seu filho a feira e ao supermercado para que ele veja os alimentos saudáveis na sua forma natural, se encante com o seu colorido e se sinta mais atraído em consumi-los. Além de ter mais vontade de comer, a criança sai do sedentarismo faz uma caminhada longe dos tablets, celulares etc…

GABRIELA-MAIA-FOTO-1-2 Gabriela Maia
Nutricionista formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) // Especialista em Nutrição Clínica Funcional (CVPE/UNICSUL-SP) // Especialista em fitoterapia (Instituto Brasileiro de Plantas Medicinais (IBPM/FIOCRUZ) // Professora de gastronomia funcional (CVPE)
www.gabrielamaianutricionista.com.br // Facebook: Gabriela Maia Nutricionista
contato@gabrielamaianutricionista.com.br

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
4 Comentários
  1. Barbara Cristina Bertolami
    25/02/15 - 17h36

    Gostei muito da matéria e se possível gostaria de receber dicas de alimentação para crianças de 11 anos. Com peao de 60kg e 1.60m.DDesde já agradeço!

  2. ana paula
    21/10/15 - 22h53

    oi adorei a marteria gostaria se possivel que me madase uma dieta pra minha filha ela tem 10 anos esta um pouco fora do peso desde de já agradeço bjs fique com deus.

    • 22/10/15 - 12h01

      Ana Paula, tudo bem?
      Obrigada pelo comentário e fico feliz que tenha sido útil.
      Para qualquer orientação, entre em contato direto com a nutricionista que escreveu a matéria para o blog. Segue o contato: contato@gabrielamaianutricionista.com.br
      Estou a disposição.
      Beijos

Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • A adolescência é uma fase em que os jovens se distanciam das famílias e procuram mais os amigos.

Por vezes nós pais nos sentimos deixados de lado e sem saber o que fazer. Fique atento aos sinais dos seus filhos. 

Aqui nem sempre é fácil sair com os dois. Nesse dia Luisa me chamou para passear no shopping e depois ir ao cinema. Aproveitei e chamei o Antonio Pedro. Acabou sendo um maravilhoso passeio em família. Fomos nós 4 ver Jurassic Worid e passeamos no shopping conversando.
  • #disciplinapositiva
  • A vida é feita de mudanças e elas podem ter influência em todo núcleo familiar, como é o caso de um divórcio ou separação. Por isso as dicas de hoje são para quem está passando por um término de relacionamento, e são válidas para todo e qualquer casal que precise de uma ajudinha para lidar com os filhos. Saiba mais em: www.dicaspaisefilhos.com.br #divorcio #separação
YouTube
Se inscreva!