Decoração
06 jun 2016

Quarto compartilhado entre irmãos: prós e contras

Quarto compartilhado entre irmãos: prós e contras

Imagem: Pinterest

Se o primeiro filho já muda toda a vida de um casal, o segundo filho com certeza vem para trazer novos conhecimentos, experiências e emoções para toda a família. Com a chegada do segundo bebê, é comum que os pais fiquem com diversas dúvidas e preocupações, principalmente com relação à convivência das duas crianças.

A ideia de colocar os filhos no mesmo quarto pode surgir por uma necessidade devido ao espaço limitado da casa ou simplesmente por opção, em uma tentativa de criar laços de amizade entre os filhos. De acordo com muitos especialistas, não há uma regra obrigatória para isto e a ideia pode ser interessante se os irmãos tiverem uma personalidade compatível.

Porém, caso contrário, o melhor é não forçar barra. Se as crianças possuem problemas de convivência, deixá-las no mesmo quarto não será uma solução, mas um agravante ao problema. Neste caso o melhor é buscar soluções para a boa convivência dos pequenos sem ferir a privacidade deles.

Além da personalidade, é preciso considerar pequenos fatores determinantes nesta decisão. Qual a diferença de idade dos filhos? As crianças são de gêneros diferentes? Qual a relação entre elas dentro de casa? Há um interesse por parte dos pequenos em dividir o quarto? Algum deles mostra medo na hora de dormir e pede para ficar com o irmão? É preciso considerar e refletir sobre cada detalhe, priorizando a opinião das próprias crianças.

Se os filhos são de gêneros diferentes, deixar no mesmo quarto é interessante apenas durante a infância e se houver uma boa convivência. Com a chegada da puberdade, é possível que os irmãos passem a reivindicar mais espaço e privacidade, o que deve ser respeitado pelos pais. É comum que a menina seja a primeira reivindicar o próprio espaço, devido à necessidade de guardar os pertences e passar um pouco mais de tempo na própria companhia.

A diferença de idade também diz muito sobre esta questão. Irmãos com idade próxima podem ser mais amigos do que crianças com cinco ou mais anos de diferença. Neste último caso, o irmão mais velho chegará a adolescência primeiro, enquanto que o menor ainda estará em plena infância, isto irá resultar em divergência de interesses e, consequentemente em mais brigas entre os dois.

Vamos apresentar os prós e contras da divisão do quarto de uma maneira geral. Porém, é importante que os pais prestem atenção nos resultados disto e, se não houver outra alternativa, saibam interferir com regras que ajudem na boa convivência dos filhos e no respeito mútuo entre eles.

Se as crianças precisam ficar no mesmo quarto por problemas de estrutura na casa, vale a pena aproveitar esta fase para ensinar sobre divisão, respeito ao espaço do próximo e sentimento de coletividade. Tente reduzir os conflitos e brigas em casa de tal forma que os pequenos aprendam a conviver no mesmo espaço de maneira harmônica e evitando conflitos aos máximo. Veja os prós e contras abaixo:

Prós:

Sem egoísmo: irmãos que dividem o mesmo espaço possuem mais oportunidades de aprender a compartilhar os objetos pessoais, o que é uma virtude fundamental na vida adulta. Estimule a divisão de brinquedos e crie um sistema de regras para que as crianças se sintam estimuladas a agir com generosidade uma com a outra.

Aprendendo a ceder: O filho mais novo quer acender a luz, mas o mais velho quer apagar, como resolver? Ensine as crianças que elas precisam ceder e que a preferência é de cada um por vez. Conviver no mesmo quarto gera boas oportunidades de fortalecer esta característica na personalidade dos filhos.

Convivência social: se por um lado a ideia pode ferir a privacidade, por outro evita o isolamento e a solidão. Os irmãos passam mais tempo juntos, o que também deve gerar bons momentos em família, brincadeiras entre os dois e laços mais fortes.

Cumplicidade: dividir o mesmo ambiente também pode garantir mais oportunidades de cumplicidade. Um irmão passa a confiar no outro, a pedir ajuda quando precisa, a contar sobre problemas na escola e etc. Às vezes o irmão se torna uma companhia mais confiável que os próprios pais, devido à proximidade de idade. Esta cumplicidade que surge na infância tende a se manter na vida adulta e pode ajudar os pais a ficarem mais atentos sobre o que ocorre com os filhos.

Contras:

Brigas: as brigas podem se tornar inevitáveis em muitas situações, principalmente quando há muita diferença de idade ou quando a personalidade dos irmãos não bate uma com a outra. Se mesmo em quartos separados as crianças já brigam muito, o melhor é esquecer esta ideia, pois só irá aumentar os conflitos em casa.

Dificuldade de concentração: as crianças encontram no quarto um refúgio para vários momentos. É o espaço que elas utilizam para brincar, estudar e fazer as tarefas de casa em muitas ocasiões. Dividir o mesmo espaço pode causar dificuldade de concentração, principalmente se os pequenos estiverem fazendo atividades diferentes no quarto. Para isto, reserve outro espaço em casa que permita que as crianças tenham privacidade quando precisam.

Falta de privacidade: este pode ser o maior prejuízo de dividir o quarto com um irmão. Quando criança, ainda é possível “dar um jeito” e deixar este detalhe de lado. Porém, com a chegada da adolescência, a divisão do quarto pode se tornar insustentável, pois os filhos irão reivindicar mais espaço, local para colocar os artigos pessoais e a privacidade, tente não forçar a barra.

Espaço limitado: se for um quarto pequeno, a falta de espaço pode incomodar as crianças desde o começo. Se, além de dividir o quarto, for difícil circular dentro dele, por exemplo, a privacidade será ainda mais reduzida, principalmente pela dificuldade de guardar as coisas de cada criança e de garantir um espaço único para cada uma delas no mesmo espaço. Porém, este problema pode ter pouca solução se a casa for pequena e o jeito é intervir de maneira justa para que os filhos entendam a situação e evitem reclamações.

By: Ana Paula Bretschneider

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Boa reflexão!
YouTube
Se inscreva!