Diversos
13 mar 2017

Como explicar o que é a morte para as crianças?

Pixabay

A morte é sem dúvida um assunto delicado – e importante – para falar com as crianças. Quando uma pessoa próxima ao pequeno morre ou quando as crianças começam a fazer perguntas, muitos pais ficam confusos, sem saber qual é a melhor forma de contar para os filhos que a vida acaba.

Algumas historinhas são muito comuns, como dizer que o ente querido foi para o céu ou que virou uma estrela. Embora sejam maneiras leves e bonitas de explicar a morte, muitos especialistas não aconselham este tipo de estratégia, pois as crianças costumam levar tudo o que ouvem ao pé da letra.

Se você contar que o vovô virou uma estrelinha, por exemplo, a criança poderá imaginar isto de forma literal, acreditar que ainda poderá encontrar o avô ou até mesmo planejar uma forma de ir visitá-lo. Tudo isso deixa os pequenos confusos e atrasa a absorção do conhecimento real sobre o que é a morte.

Na hora de explicar o assunto para a criança, não tenha medo de dizer a verdade. Se você possui alguma religião, esta pode ser a oportunidade para transmitir a doutrina religiosa para a criança. Porém, lembre-se de ser justo: o seu filho precisa saber que há outras religiões, outros métodos de pensar e que há muitos mistérios relacionados à morte.

Explicações
Não há uma idade certa para falar sobre morte com os filhos e muitos pais só tocam no assunto quando alguém que a criança conhece vem a óbito ou quando o próprio pequeno ouve falar sobre morte, fica confuso e resolver perguntar aos pais o que significa morrer.

Porém, se você achar que o seu filho está preparado para absorver este assunto, não é necessário esperar por uma tragédia familiar ou pelo despertar da curiosidade infantil. Se você explicar aos poucos, a criança terá mais chances de aceitar o processo do fim da vida como algo natural e inevitável.

Uma dica para contar este assunto é através de seres vivos, plantas ou animais. Explique que a florzinha nasceu, cresceu e irá morrer, assim como o cão da família, outros animais e nós humanos. É um processo natural da vida e o que acontece depois disso é um grande mistério que o mundo carrega desde o princípio.

É importante falar com bastante clareza e até discutir o assunto com o pequeno. Você pode perguntar o que ele acha que vai acontecer e transmitir ideias positivas de vida eterna e encontro com Deus e os anjos do céu. Porém, permita que o seu filho entenda que a morte não é algo que se pode evitar ou fugir.

Fique atento

Explicar a morte para as crianças é mais comum quando a família é afetada por alguma tragédia inesperada. Se o pequeno perde alguém próximo, como o pai ou a mãe, poderá ter mais dificuldades em entender que aquela pessoa tão importante não estará mais presente e que não será mais possível encontra-lo.

Além de explicar com delicadeza, é necessário ficar de olho na criança e nas reações. Se o pequeno começar a apresentar sinais de desânimo, notas baixas na escola e desinteresse por atividades divertidas, talvez seja melhor procurar um aconselhamento psicológico. Para a criança, poderá ser difícil lidar com a falta de alguém importante.

By: Ana Paula Bretschneider

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Boa noite
  • Bom domingo 💖💖
  • Feliz São João
Card: #humorinteligente
YouTube
Se inscreva!