Saúde
02 out 2015

Saiba como evitar a obesidade infantil

Saiba como evitar a obesidade infantil

A obesidade já é hoje uma das doenças que mais preocupa médicos e governos em todo o mundo. O problema é que um número ainda mais alarmante não para de crescer: o de crianças obesas ou com excesso de peso.

No Brasil, os números assustam pais, médicos e Governo Federal, e são o reflexo de dois fatores: os maus hábitos alimentares, e o baixo incentivo para a prática de atividade física.

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), divulgou em março desse ano números que deixaram os especialistas em alimentação em sinal de alerta. De acordo com os dados liberados pela secretaria, 7,3% das crianças brasileiras com até 5 anos já estão acima do seu peso ideal. Quando a faixa etária é de 5 a 9 anos, o número sobe para 33,5%.

O grande problema é que uma criança com obesidade ou excesso de peso nessa faixa etária, pode apresentar sérios problemas de saúde na vida adulta e, dificilmente, não levará para a nova fase de sua vida os quilos a mais que conquistou quando ainda era tão jovem.

Mas esse não foi o primeiro alerta sobre o problema que a Obesidade Infantil está se tornando para o país. Em 2011 o IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, já havia divulgado dados que mostravam que as crianças de 5 a 9 anos estão obesas, sendo a doença encontrada em 16,6% dos meninos e em 11,8% das meninas.

Os números não param de crescer, principalmente por conta do aumento da ingestão de sódio, açúcar, refrigerantes e também de produtos industrializados

Por isso a autora do site Meta Emagrecer enviou para o Dicas Pais e Filhos algumas dicas simples, porém eficazes no combate à obesidade infantil. Descubra também ao final se o seu filho está no peso ideal, ou com sobrepeso.

Dicas Para Evitar A Obesidade Infantil

Dicas de alimentação
Dos 0-12 meses

Os cuidados com a alimentação devem começar quando a criança acabou de nascer.

Isso porque é preciso lembrar que o aleitamento materno deve ser realizado de forma exclusiva até os 6 meses de idade. Só depois dessa idade é que a criança passará a experimentar algumas frutas, sucos e sopas de legumes.

Após 1 ano
A alimentação similar a de um adulto, ou seja, com alimentos completamente sólidos, só pode acontecer depois dos 12 meses de idade. Desse modo você evita que seu filho ganhe peso em excesso já nos primeiros anos de vida.

Para estimular os pequenos a comerem alimentos mais saudáveis, é preciso que os pais deixem os filhos conhecerem os alimentos.

Para isso, incorpore em sua alimentação, e na do seu filho, alimentos ricos em fibras e nutrientes, como as verduras e legumes.

O ideal é apresentar um prato divertido e colorido, fazendo com que o pequeno interaja com a comida e se sinta estimulado a comer alimentos novos e diferentes para ele.

Na hora de matar a sede da criança a escolha deve ser sempre a água, permitindo o suco natural em algumas ocasiões. Desse modo você evita ao máximo que criança beba enquanto se alimenta, criando um hábito saudável que o pequeno levará para o resto da vida.

Incentive os exercícios
Incentive também a prática de atividade física. Descubra um esporte do qual o seu filho gosta, e o matricule em uma aula semanal. Além disso, deixe que ele brinque ao ar livre, incentive-o a brincadeiras em que precise se mexer, como andar de bicicleta, etc.

Vale lembrar também que um dos grandes problemas encontrados hoje nos lares brasileiros é a quantidade de comida. Normalmente um pai acredita que seu filho que não “raspou o prato” está fazendo manha para comer, mas é preciso lembrar que o estômago de uma criança é bem menor do que o de um adulto, e obrigá-lo a comer tudo o que você coloca no prato pode não ser a melhor solução.

Seu filho está obeso?
Para descobrir se pode ser considerado obeso, basta realizar um cálculo conhecido como IMC, Índice de Massa Corpórea.

Siga esta fórmula: peso = a, altura = b, resultado = x.
X= a ÷ b²

Exemplo: Se uma pessoa possui 60 kg e 1,67 m de altura, o cálculo será este:
IMC = 60 ÷ 1,67²
IMC = 60 ÷ 2,78
IMC = 21,5

• IMC inferior a 18,5: é considerado abaixo do peso.
• IMC entre 19 e 24,9: é considerado dentro do peso ideal.
• IMC entre 25 e 29,9: é considerado com sobrepeso.
• IMC acima de 30: é considerado como obeso.

Com este cálculo você consegue avaliar se o seu filho está realmente dentro do peso ideal, ou se é preciso ficar alerta e efetuar mudanças nos hábitos alimentares, assim como talvez até mesmo consultar um médico especialista para avaliar por completo a saúde do pequeno.

By: Bruna Dias (Convidada blog)

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/storage/4/41/c0/site1374371703/public_html/wp-content/themes/plicplac/functions.php on line 282
YouTube
Se inscreva!

Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0