Educação
04 maio 2017

Os erros mais comuns na criação dos filhos

Os erros mais comuns na criação dos filhos

Fonte: xalingo.com.br

Há um velho ditado que diz que quando nasce um filho, nasce também uma mãe e um pai. E, de fato, a criação de um filho é um aprendizado que vai crescendo dia após dia. Por isso não é incomum, mesmo com todo amor envolvido, haver erros na criação dos filhos. Pais são seres imperfeitos, mas devem estar atentos a pequenos detalhes que podem fazer a diferença na hora da educação. Pensando nisso, resolvemos mostrar alguns dos erros mais comuns dos pais, e que devem ser evitados:

1. Dizer uma coisa e fazer outra
De nada adianta dizer que seus filhos devem manter suas roupas e brinquedos sempre organizados, se elas se deparam diariamente com uma bagunça em toda a casa. Lembre-se: Crianças vêem nos pais e nos parentes mais próximos um modelo para o que elas serão um dia. E se alguém que convive com ela repete padrões deficientes, fatalmente elas irão seguir.

2. Dizer SIM o tempo todo
Seu filho caminha pelo shopping e vê um brinquedo de seu agrado. Pede que comprem. Os pais, mesmo com dificuldades, fazem de tudo para agradá-lo. Um dia, não tem condições de lhe dar o que ele necessita naquele momento, e a criança esperneia, fazendo birra no meio de todos. Segundo o blog do site Telavita, educar não é apenas dar tudo o que nossos filhos desejam. É conscientiza-lo de que o mundo não dirá sempre sim aos seus anseios e pedidos. Aprendendo desde cedo a lidar com as frustrações, serão adultos mais conscientes de seus limites e dos outros.

3. Dizer NÃO o tempo todo
Sim, deve-se ter um equilíbrio. Se dizer sim o tempo todo pode criar adultos teimosos e sem limites, dizer não sempre fará dele um adulto frustrado e com baixa auto estima.

4. Não respeitar seus sentimentos
Seu filho está triste porque perdeu alguma oportunidade ou brigou com a namorada, por exemplo? Não menospreze seus sentimentos. Antes, procure mostrá-lo que a frustração e as perdas fazem parte da vida. Ensine-o que o melhor momento é de aprender com a experiência e seguir em frente. Sentir-se ouvido e amparado são fatores primordiais para que os filhos desenvolvam sua auto-estima de maneira saudável. Mas nada de exageros. Respeitar os sentimentos não quer dizer que todos os seus desejos serão sempre serão satisfeitos.

5. Esconder sentimentos dos filhos

Pais não são máquinas. Tem sentimentos e não estão sempre disponíveis. Seus momentos também devem ser respeitados. Alguns adultos sentem dificuldades de explicar isso para os filhos, sobretudo quando há alguma perda ou morte. Tente fazê-lo entender seus momentos, não escondendo seus sentimentos ainda é o melhor caminho para um bom relacionamento.

6. Mentir para os filhos
Seja sobre a morte de algum ente querido, sobre o motivo por não poder leva-lo naquela viagem ou não poder comprar seu brinquedo dos sonhos. Não minta e procure sempre dizer o real motivo. A verdade deve estar sempre à frente de qualquer tabu.

7. Discordar com relação à educação
Muitos pais brigam na frente dos filhos ou desdizem o que o conjugue falou. Crianças tudo observam e absorvem. E ao perceberem que os pais não chegam a um acordo, tendem a se amparar naquele que julgam estar ao seu lado. E muitas vezes cria-se uma relação de manipulação. Os pais devem estar atentos e conversarem entre si para decidirem qual o melhor caminho a ser seguido na educação dos filhos.

Educar filhos não é uma tarefa fácil, todos sabemos. Manter uma boa dose de bom senso, autoridade, paciência e amor, ainda é o melhor caminho para desenvolver um relacionamento saudável para todos.

Texto por: Kaio Emmanuel Farias

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Novidades Nestlé!! A nestlé tem duas novidades perfeitas para deixar seu café da manhã ainda mais gostoso: as granolas Crocantes Nescau e Cheerios!!!!
Amei meu presskit! Muito obrigada
#nestlebrasil #nestle #granolacrocantenescau #granolacrocantecheerios
  • Bom dia
  • Boa noite
  • A Baby Gym é a 1a Academia para Bebês.
Na 'academia' as atividades acontecem em forma de brincadeiras para possibilitar o melhor desenvolvimento motor, sensorial, emocional e social do bebê e da criança. As atividades são feitas com a participação de um acompanhante (mãe, pai, baba, vó...) para que os mesmos além de participarem desse desenvolvimento, darem continuidade ao estímulo em casa. @meubabygym.niteroi
YouTube
Se inscreva!