Educação
29 jun 2020

Ensinando educação financeiros para as crianças

Ensinar desde cedo aos pequenos sobre de poupar e saber gastar é uma atitude que vai refletir por toda a vida.

Ensinar educação financeira desde a infância é muito importante para que essa atitude tenha reflexo ao longo da vida adulta. Essa educação financeira deve começar com exemplos dentro de casa, em que de forma simples os pais devem orientar a consciência econômica das crianças.

  • Comece pela mesada

A mesada é um dos primeiros contatos em que a criança tem de forma direta com o dinheiro, também é uma excelente oportunidade para iniciar a educação financeira. Para isso lembre-se que ao começar a dar a mesada para os pequenos, o valor seja compatível com a sua idade, e em uma frequência regular, a critério da possibilidade dos pais, um valor semanal, quinzenal ou mensal.

Essa distribuição de maneira regular é importante para que a criança aprender como poupar, tendo a responsabilidade e economizar e gerir o próprio dinheiro até a próxima data para o recebimento da mesada. Orientando os pequenos como utilizar e guardar o dinheiro, mas dando também a liberdade necessária para que eles tomem decisões de forma independente.

  • Ensine o hátibo de poupar

O hábito de poupar o dinheiro deve começar desde cedo, é muito comum ao receber o valor da mesada uma criança se sentir estimulada a gastar o dinheiro, administrando de forma incorreta a quantia, fazendo com que acabe antes do esperado. Nesse momento é muito importante que os pais estimulem a poupar o dinheiro pensando, dando exemplos de como funciona a poupança, juros, e principalmente orientando sobre ter de uma reserva financeira e outros fatores predominantes para o sucesso da educação financeira dos pequenos.

  • Explique sobre o uso consciente do dinheiro

Até mesmo os adultos acabam se perdendo nas finanças e exagerando ao comprar, mas para isso é muito importante que seja ensinado às crianças sobre comprar o que realmente é útil no momento, poupando dinheiro para o futuro.  Explique a diferença de produtos de necessidade básicas e o que pode ser comprado mais tarde. Essa explicação fará com que entendam o valor de cada produto assim como a necessidade deles.

  • Mostre a importância do dinheiro

Nessa fase converse com a criança sobre o uso do dinheiro no cotidiano, é necessário que seja explicado de forma didática como funciona o mercado e o trabalho, para que ela enxergue de forma positiva. Nessa hora você pode incentivar a criança com pequenas tarefas em que ela pode fazer e ganhar um valor adicional na mesada.

Na Tudo Para Boneca você encontra diversas roupas, acessórios e móveis para as bonecas Baby Alive e American Girl, tornando cada brincadeira única, e tendo como limite apenas a imaginação.

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Nada mais comum do que uma briga entre irmãos, não é? Quem tem mais de um filho sabe que em algum momento pode surgir o conflito e que, muitas vezes, nem existe uma grande motivação por trás da briga. Mesmo que você não saiba identificar qual o gatilho que despertou aquela briga é importante saber como lidar com a situação. Separei algumas dicas que podem auxiliar na sua rotina familiar, confira em www.dicaspaisefilhos.com.br
#brigaentreirmãos
  • Você sabe o que é Disciplina Positiva? Ela é uma abordagem de ensino-aprendizagem que foca especialmente no desenvolvimento da resiliência, da disciplina e do respeito. Baseada em pesquisas dos psiquiatras Alfred Adler e Rudolf Dreikurs, essa teoria se tornou bastante popular nos anos 80, com a publicação do livro Positive Discipline, da Dra. Jane Nelsen. Saiba mais em www.dicaspaisefilhos.com.br 
#disciplinapositiva
  • A utilização dos canais digitais pode trazer uma série de benefícios para as crianças e adolescentes, mas também é preciso estar atento aos malefícios. Por isso, separamos alguns pontos para mantermos a atenção com nossos filhos, confira! 
#mundodigital #internet
  • O uso das telas está aumentando cada vez mais: durante os últimos anos fomos obrigados a interagir, trabalhar e estudar pela tela de um computador ou celular. Se durante a vida adulta já enfrentamos dificuldades de estar conectados às telas o tempo todo, durante a infância e adolescência o problema pode ser ainda maior. Existem algumas dicas para poder manter a utilização saudável das telas durante o desenvolvimento dos filhos, por isso separei algumas orientações da Sociedade Brasileira de Pediatria (www.sbp.com.br) sobre o tempo indicado de tela por faixa etária. Confira em www.dicaspaisefilhos.com.br 
#temponocelular
YouTube
Se inscreva!