Vídeo: Como lidar com a Birra

Postado por Gabriella em Cuidados Diários, Desenvolvimento, Vídeo

Recebo uma quantidade de e-mails muito grande perguntando sobre a rotina e como lidar com a birra das crianças. Hoje vou falar um pouquinho sobre birra. A primeira coisa que vou falar é que a birra é um movimento absolutamente normal da criança que vai em busca de algumas coisas que ela quer muito naquele momento. A birra só funciona porque o adulto deixa que ela funcione. Se o adulto não responder a birra da criança, tenho certeza que a criança não vai apresentar mais esse comportamento. Mas, é claro que falar é fácil e na prática não é tão simples assim.

Em muitos casos, o que acontece é que nós pais, para acabarmos com aquela birra do nosso filho, que naquele momento está desesperado, acabamos cedendo aos caprichos da criança. Quantas mães já compraram brinquedo no shopping porque o filho se joga desesperadamente no chão gritando que quer porque quer?
Quando seu filho pedir alguma coisa para você fazendo birra, não atenda. A saída é mostrar para a criança que desse jeito ela não vai conseguir nada, essa não é a maneira dela pedir. O adulto tem que agir com muita calma e falar para a criança que sabe que ela quer alguma coisa, mas gritando dessa maneira não vai rolar. A birra não pode vir seguida da conquista daquilo que a criança deseja, senão a mensagem que fica para a criança é a de que a birra funciona.

O Grande desafio de nós pais é não ceder ao show do filho. É preciso manter a calma, respirar fundo, mas deixar bem claro para a criança que daquela maneira ela não vai conseguir nada. Nesse momento, a criança começa a aprender a se acalmar e a estabelecer uma comunicação diferente. Ajude o seu filho a crescer.
A capacidade das crianças de se dedicarem as birras é impressionante e isso acaba nos assustando e nos tirando do eixo. Mas essa capacidade é absolutamente normal, a criança ainda não está dando conta de se comunicar de outras maneiras.

Aqui em casa as crianças não são muito de birras, fazemos muitos combinados e funciona. Elas estudaram numa escola em que as crianças são realmente escutadas e respeitadas, lá tudo funciona na base do combinado e com isso aqui em casa aprendi a fazer combinados. Então, por exemplo, se vamos numa loja de brinquedo depois do cinema, já combino que é apenas para olhar, que não vamos comprar nada naquele dia. É impressionante como funciona bem.

Não se esqueça, não ceda a birra do seu filho.

Gabriella
10.02 2015
Comentários no Facebook
8 comentários
  1. Edir da Silva 11/03/2015 | 09:10

    Bom dia!

    Não tenho filhos, mais estou me relacionando com uma pessoa que tem quatro. As mais novas tem 07anos e 03 anos. Estamos quase todos finais de semana juntos, e as meninas não teem regra para nada. Não existe um horário para banho ,nem refeições. Elas são extremamente mal educadas, por culpa de quem cuida delas. Com essa idade ,elas já teem vontade própria. Os mais velhos falam várias vezes e elas não obedecem. Quero ajudá-las. Como fazer? Por onde começar?

    Responder
    • Gabriella 11/03/2015 | 20:22

      Olá Edir, Tudo bem?
      Obrigada pelo email. A primeira coisa que você pode fazer e vai ajudar e muito as crianças é estabelecer uma rotina.
      Estabelece hora de acordar, dormir, horas das refeições….a rotina é um bom começo.
      Estou a disposição. Beijo Gabi

      Responder
  2. Diana MAchado 25/11/2015 | 12:57

    Boa tarde Gabriella!!!
    Estou passando por um momento dificil. Tenho uma filha 1ano6meses…Eu trabalho o dia todo e ela fica com minha mãe. Na minha mãe não tem regras, a Lavínia faz oque quer e a hora que quer. Quando chego pra pegar ela fico triste pois ela sai correndo que não quer ir embora. Chego em casa é só birra, ela me unha, me morde, me puxa os cabelos. Não estou sabendo lidar com a situação. Me ajuda por favor

    Responder
    • Gabriella 26/11/2015 | 15:19

      Diana, tudo bem? Obrigada pela mensagem.
      Acho que vale a pena você conversar com a sua mãe e pedir uma ajuda. A avó que fica direto com a criança, é bom que siga as regras de educação que a mãe deseja. Senão a criança fica com regras muito diferentes.
      A avó que fica pouco com a criança é diferente, mas no seu caso, a avó é a educadora, aquela que mais tempo fica com a criança.
      Você já tentou conversar com a sua mãe?
      Beijos

      Responder
  3. Stella Liane 01/01/2016 | 04:56

    Oi Gabriela, amei suas dicas. Mas tenho um problema, é que minha filha só tem 1 ano e 7 meses e acredito que não dá pra haver um diálogo com essa idade, mas ela faz muita birra. Eu uso linguagem corporal e coloco no cantinho do pensamento mas não tenho visto melhoras. O que faço?

    Responder
    • Gabriella 03/01/2016 | 22:34

      Stella, tudo bem? Ela é muito pequena para o cantinho do Pensamento ou castigo.
      O ideal é mostrar a ela o que não pode e sempre conduzir a criança ao que deve ser feito.
      Que tipo de birra ela faz?
      Beijos e feliz 2016
      Gabi

      Responder
  4. Angélica Ribeiro 08/01/2016 | 10:22

    Olá, tenho um bebê de 9 meses e não estou sabendo o q fazer,pois ele faz corpo duro ,se joga pra trás, quer q eu fique o tempo todo de pé com ele no colo,joga os brinquedos no chão com pirraça .Por favor peço sua orientação de como lhe dá com esse comportamento,pois acho ele MT novinho p isso

    Responder
    • Gabriella 25/01/2016 | 20:21

      Angélica, tem que ir conversando mesmo com ele e não ceder tudo que ele pede o tempo todo.
      Tem que ir conversando e vai melhorando com o tempo.
      Beijos, Gabriella

      Responder
Deixe um comentário
* Não será divulgado