Cuidados Diários
09 nov 2015

A Hora de Dormir Sozinho

Imagem: uol.com.br

Imagem: uol.com.br

Após um dia bastante agitado, finalmente, é hora de dormir. Bebê no berço e crianças na cama e, agora, o casal também já pode descansar, certo? Não é bem assim. Quantas vezes não nos deparamos com a frase “meu filho não dorme!”?

Na maioria das vezes, o bem-estar das crianças passa na frente das nossas necessidades diárias, como o sono. Afinal, fazer com que os pequenos consigam ter uma boa noite de sono nos deixam tranquilos para fazer o mesmo. Mas e quando a criança insiste em dormir com os pais? A situação complica um pouco.

Mas o que impede a criança de dormir sozinha? O que estamos fazendo de errado? O post de hoje vai abordar o (difícil) momento de a criança começar a dormir sozinha e algumas dicas, caso esteja com dificuldades com os pequenos.

Medo de dormir sozinho?

Medo é um sentimento que está presente em nossas vidas o tempo todo. Essa sensação nos ensina muito, inclusive, sobre nós mesmos. Com as crianças não é diferente. O medo representa uma parte muito importante no aprendizado das crianças. Geralmente, o principal objeto do medo é o “desconhecido”. E, para as crianças, esse medo tem outro nome: o temível “Escuro”.

O medo do escuro é muito comum e passa a surgir quando a criança começa a desenvolver sua imaginação. Quando as luzes são apagadas, tudo o que a criança conhece acaba desaparecendo, dando lugar a todo tipo de pensamentos. Vejamos, a criança está longe dos pais e não consegue ver nada daquilo com o que ela está acostumada. O resultado não pode ser outro: chorar.

Nesse ponto, tendo em vista que eles possuem hábitos e dificuldades distintos, faz-se importante uma divisão entre os bebês e as crianças. Mas não se engane: em ambos os casos é necessário ter paciência, pois não é nada fácil lidar com a questão.

A hora de o bebê dormir sozinho

Embora não seja fácil, o hábito de dormir sozinho é algo adquirido. É um costume que vai sendo adquirido pela criança e, até mesmo, pelos adultos. Quando o bebê chega, é claro que a primeira coisa que nós pensamos é em colocar um berço no quarto dos pais. Nada mais prático. Mas o tempo passa mais rápido do que parece e os bebês crescem no mesmo ritmo. A pergunta que fica é: quando colocar o bebe para dormir no quarto sozinho?

É claro que são os pais que decidem com quantos meses o bebe pode dormir sozinho no quarto. Porém, de acordo com especialistas, aos seis meses, o bebê já pode ir adquirindo o hábito de dormir sozinho em seu próprio quarto. Basta levantar a noite para dar de mamar e, quando necessário, trocar as fraldas. É um costume que exige um esforço do bebê e, também, dos pais. Obviamente, os pais podem se revezar nessa tarefa. Dividir o cansaço e a preguiça de levantar durante a madrugada faz parte da relação.

Tocar música para bebê dormir pode ajudar. Não é difícil encontrar coletâneas de músicas para bebê dormir. Mas é importante frisar que é melhor desligar assim que observar o bebê dormindo, para que ele tenha um sono tranquilo.

Meu bebê não dorme a noite toda!

Às vezes, o bebê não vai dormir a noite toda. Isso é questão de ir dosando os hábitos da família. Por exemplo, ao observar que a criança sempre acorda com fome no meio da noite, pode-se tentar acostumar a criança a mamar um pouco mais tarde, antes de dormir. Cada caso precisa ser observado de forma individual, mas sempre é uma possibilidade. Uma coisa é fato: com um pouco de prática, os pais aprendem como fazer o bebê dormir a noite toda. Ou melhor, como dormir bem a noite toda.

Para criar bons hábitos relacionados ao sono do bebê é preciso conhecê-lo e notar sinais sutis que eles nos dão. Por exemplo, você sabe reconhecer quando seu bebê está cansado? O bebê recém-nascido dorme muito e quantidade de horas que ele dorme vai diminuindo com o tempo. Observe se ele está com olheiras ou se esfrega muito os olhos. Isso pode ser sinal de cansaço.

Outro fator importante é a necessidade de ensinar, desde cedo, o bebê a diferenciar o dia da noite. Durante o dia, não evite aqueles sons e ruídos comuns como o telefone e o aspirador de pó e mantenha a casa bem iluminada – mesmo que ele esteja dormindo. A noite, como já foi explicado, o ritmo deve ir diminuindo conforme se aproxima a hora de dormir. Esses pequenos empurrões podem, aos poucos, fazer com que o bebê crie o hábito de dormir menos durante o dia e, consequentemente, dormir a noite toda. Faça o teste.

Como fazer a criança dormir sozinha?

Caso ainda não tenha feito essas tentativas e seu bebê já tenha criado o hábito de dormir com vocês, a dica é ter a rotina como aliada para criar novos hábitos. Diminuir as luzes, fechar as janelas, desligar aparelhos de som e a TV são pequenos gestos que já fazem com que os bebês e as crianças também diminuam o ritmo.

Como já foi dito, o medo é um obstáculo que precisa ser compreendido nessa fase. Dos dois aos quatro anos, a criança está na fase mais suscetível ao medo do escuro. Como lidar com isso? A dica é conversar com eles. Ouvi-los e tentar entender as causas é o início do caminho para conseguir tranquiliza-lo. Se nós, os adultos, temos medo daquilo que não conhecemos direito, a criança se sente da mesma forma. Por mais bobo que pareça, para nós, os medos das crianças têm alguma razão. Portanto, não devemos subestimá-los de forma alguma.

Podemos, ainda, usar algumas “ferramentas” para ajudar a criança dormir, como bichinhos de pelúcia – aos quais elas se apegam e, por consequência, se sentem acompanhadas e mais seguras para dormir. É uma forma de aliviar aquela tensão que a criança pode sentir por estar dormindo sozinha.

Ao criar esses hábitos saudáveis, a própria criança vai aprendendo o que fazer para dormir bem. É algo que vem naturalmente com o tempo. O nosso papel nessa história é o de ensiná-los que dormir é necessário e gostoso, ao mesmo tempo.

Já tentei. Onde estou errando?

Já ouviu dizer que “Menos é Mais”? Passamos por várias dicas e sugestões. Já pensou se resolvemos tentar todas ao mesmo tempo? Um móbile, música pra dormir, um bichinho de pelúcia, luzes de segurança… Estímulos demais podem acabar com os esforços de fazer a criança dormir sozinha.

Infelizmente, podemos cometer alguns erros na educação das crianças. Criar hábitos saudáveis no que se refere ao sono da criança exige atenção a alguns detalhes que, por vezes, passam despercebidos. Um deles – e, na minha opinião, um dos mais difíceis de conseguir mudar – é o horário de colocar a criança na cama. Por exemplo, quando chegamos tarde do trabalho, é comum deixarmos as crianças acordadas até mais tarde, para passarmos mais tempo juntos. É um erro!

Especialistas apontam que quanto mais cansada está a criança, mais dificuldade ela terá para dormir. Pensando bem, isso também acontece conosco, não? Então: o melhor é estabelecer um horário para colocar a criança na cama, garantindo que ela tenha tempo apropriado de sono de acordo com sua idade.

Concluindo, se separar dos pequenos na hora de dormir, seja por resistência deles ou nossa, pode parecer difícil. Mesmo assim, vale a pena investir algum esforço na questão, pois fará bem ao desenvolvimento deles. E vocês? Como foi a experiência de fazer os filhos dormirem sozinhos? Ainda estão tentando? Como estão se saindo?

Guest post

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Morrendo de rir!!
  • Adorei!!!
YouTube
Se inscreva!