Alimentação Desenvolvimento
19 maio 2017

Amamentação: maus hábitos e crenças que podem atrapalhar o processo

Amamentação: maus hábitos e crenças que podem atrapalhar o processo

Pixabay

Quando se trata de amamentação, as experiências e impressões costumam ser muito diferentes entre as mamães. Há aquelas que passaram por esta fase sem nenhuma dificuldade, enquanto que outras não conseguiram sustentar a amamentação por muito tempo e acabaram desistindo em poucos meses.

Cada bebê reage de uma maneira e, por isto, é importante que as mamães estejam preparadas, busquem informações corretas e dicas de especialistas, se for necessário. Não acredite em tudo que você ouvir de amigos e familiares, pois nem sempre a experiência de uma pessoa pode servir de referência para outra.

Se você está tendo alguma dificuldade com a amamentação, veja que tipo de crenças e hábitos pode estar interferindo neste processo. Antes de tomar qualquer decisão, tente relaxar um pouco e buscar informações que possam tornar o processo mais fácil.

Não deixe se levar por crenças referentes à produção do leite, alternação de mamas e horários, pois a amamentação é uma experiência única e deve ocorrer em sintonia com o comportamento do bebê.

1. Dar o peito não é tão fácil

Há muitos casos que a primeira mamada ocorre com tranquilidade, mas nem sempre é assim. Os bebês não nascem sabendo como abocanhar o peito e acreditar que isto será fácil pode gerar uma grande frustração caso não ocorra do jeito que a mamãe estava esperando.

A amamentação não envolve apenas o mamilo. O bebê precisa abocanhar uma parte do peito de maneira firme para conseguir mamar sem dificuldades. Se o recém-nascido estiver com dificuldades, aproveite um momento como o choro, por exemplo, que ele abre a boca e então fica mais fácil oferecer o seio.

2. O processo é menos natural do que parece

Muitas mamães nem se quer imaginam que a amamentação possa ser algo difícil e, por isto, não procuram informações ou fazem pesquisas sobre o assunto. O processo não é tão natural, não é simplesmente dar o peito e está tudo certo.

Antes mesmo do nascimento, ainda mais se for o primeiro filho, busque informações corretas, consulte o pediatra e fique preparada para qualquer problema eventual durante este processo. Na medida do possível, não desista e não dê outros líquidos ao bebê, como água e chá.

3. Hábitos errados

Aquela história de que o bebê precisa mamar a cada três horas, por exemplo, pode causar uma péssima influência no processo. Há algumas regras pré-determinadas que já são conhecidas, mas não podem ser levadas tão a sério, pois não consideram o comportamento único de cada recém-nascido.

Dê o peito ao seu bebê quando ele estiver dando sinais de fome, sem se importar se passaram três horas ou não. Para as mamães que possuem dificuldade de amamentar, é melhor aproveitar os momentos mais fáceis do que deixar passar e tentar oferecer o peito apenas no horário que parece mais correto.

Tenha cuidado também com o uso de acessórios, como as chupetas e mamadeiras. Em alguns casos, oferecer algo além do peito para a criança pode fazer com que o bebê largue o peito mais cedo. Lembre-se: de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o recomendado é que o bebê se alimente exclusivamente com o leite materno até completar seis meses.

By: Ana Paula Bretschneider

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Novidades Nestlé!! A nestlé tem duas novidades perfeitas para deixar seu café da manhã ainda mais gostoso: as granolas Crocantes Nescau e Cheerios!!!!
Amei meu presskit! Muito obrigada
#nestlebrasil #nestle #granolacrocantenescau #granolacrocantecheerios
  • Bom dia
  • Boa noite
  • A Baby Gym é a 1a Academia para Bebês.
Na 'academia' as atividades acontecem em forma de brincadeiras para possibilitar o melhor desenvolvimento motor, sensorial, emocional e social do bebê e da criança. As atividades são feitas com a participação de um acompanhante (mãe, pai, baba, vó...) para que os mesmos além de participarem desse desenvolvimento, darem continuidade ao estímulo em casa. @meubabygym.niteroi
YouTube
Se inscreva!