Alimentação Bebês e Crianças Nutrição Saúde
30 abr 2015

A importância da tabela nutricional

A importância da tabela nutricional

Imagem: saudeviver.com.br

Hoje é dia de nutricionista no blog! O assunto de hoje é: A importância de ler a lista de ingredientes para fazer opções mas saudáveis para as crianças. E quem nos escreve é a nutricionista Gabriela Maia.

A alimentação saudável é baseada em alimentos frescos como frutas, legumes, verduras, grãos integrais entre outros. Mas dentro da correria que vivemos hoje o produto industrializado sempre está dentro de nossa geladeira ou armário. Por conta disso, saber ler a lista de ingredientes de um produto é fundamental.

A regra básica e muito importante! A ordem em que os ingredientes são colocados já nos dizem muita coisa. Isso porque o primeiro ingrediente é o que está em maior parte do produto, isto é, a lista é preparada da ordem decrescente.

Escolhi dois tipos de ingredientes que merecem atenção redobrada na alimentação da criançada: açúcar e gordura trans.

Um bom exemplo são os achocolatados. Segue abaixo a lista de um dos mais famosos…

Ingredientes:
Açúcar, cacau em pó, minerai, maltodextrina, vitaminas, emulsificantes lecitina de soja, antioxidante, ácido ascórbico e aromatizante.

Como primeiro ingrediente temos o açúcar e em terceiro a maltodextrina que também é açúcar e por curiosidade olhamos a tabela nutricional e a suspeita é comprovada: o achocolatado poderia ser chamado de açúcar com “ leve” gosto de chocolate. Temos na porção de 20g, 17g de carboidrato, sendo que 16g são de açúcar!!!! Isso é, 94,11% do produto é açúcar.

Todos os ingredientes a seguir merecem cuidado no consumo porque são açúcares!

Xarope de sólidos de xarope de milho, ou milho / Caldo de cana desidratado / Dextrose/ Frutose/ Suco concentrado de frutas / Glicose / Açúcar invertido / Lactose / Maltodextrina / Xarope de malte / Maltose
Xarope de arroz / Sacarose / Sacarose

Outro ponto a ser analisado é a gordura trans que já é considerada pior do que a gordura saturada, já tão condenada a tanto tempo pelos seus prejuízos a saúde cardiovascular. A gordura trans ou hidrogenada é utilizada pela indústria para aumentar a vida de prateleira, manter crocância e cremosidade do produto. Suas consequências para a saúde não são nada animadoras! Ela promove aumento de LDL (colesterol ruim) e aumento do risco de doença coronariana.

Atualmente é comum as embalagens exibirem bem grande a inscrição: 0% de gordura trans. Mas isso não é garantia de nada. Isso porque a indústria diminui a porção para que dentro dessa não contenha gordura trans já que a lei diz que a inscrição de 0% de gordura trans pode ser escrita se na porção tiver menos que 0,2g ou de gordura trans). Então para se valer dessa brecha da lei a porção de biscoito recheado antigamente era de 4 biscoitos e dentro dessa conta tem gordura trans, a quantidade é diminuída para 3 unidades e assim a indústria pode colocar que não contém! Mas a criança comendo metade do pacote de biscoito está comendo muita gordura trans. A quantidade máxima de ingestão para uma criança de 6-10 anos determinada pela OMS (organização Mundial da Saúde) é de 1,5g.

Vamos ao exemplo de um hambúrguer famoso, principalmente no Rio, mas que tem composição muito comum dentre as redes de fast food.

Um hambúrguer tem 238 gramas, 625 calorias, 39 gramas de gorduras totais, cerca de 71% do recomendado para um adulto, 13 gramas de saturadas, cerca de 59% do que pode ser consumido por dia e 1,3 grama de gorduras trans que não podemos comparar com porcentual porque esse ainda não foi determinado pelo Brasil. Então em um hambúrguer temos quase 100% da recomendação da OMS para o máximo de ingestão infantil diária. Se pensarmos que o lanche ainda tem batata frita e acaba com um sorvete que também são grandes fontes desse tipo de gordura chega a ser assustador saber o que nossas crianças andam se alimentando.

Então fique atenta na lista de ingredientes a ocorrência de gordura vegetal hidrogenada ou somente gordura vegetal. Elas escondem a gordura trans!!!! Mesmo que na tabela nutricional diga 0% de gordura trans, ela está lá!!!!

Bom exemplo é aquele biscoito que vem no pacotinho individual que muita gente coloca na lancheira o recreio!

Ingredientes
Farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, gordura vegetal hidrogenada, farinha de trigo integral, açúcar invertido, açúcar, flocos de arroz, farinha de centro integral, sal e fermento químico fosfato monocálcico, bicarbonato de sódio e bicarbonato de amônio e aromatizante.

E na tabela nutricional indica: Gorduras Trans 0g. Mas na embalagem está explícito que é 0% na porção de 26g. Então teoricamente a informação está correta e está dentro da lei, mas tem na sua composição a gordura vehetal hidrogenada que e fonte de gordura trans. Por isso, atenção é fundamental!

Esse post foi um alerta de que temos que nos preocupar o que as crianças andam comendo por aí!

GABRIELA-MAIA-FOTO-1-211 Gabriela Maia
Nutricionista formada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) // Especialista em Nutrição Clínica Funcional (CVPE/UNICSUL-SP) // Especialista em fitoterapia (Instituto Brasileiro de Plantas Medicinais (IBPM/FIOCRUZ) // Professora de gastronomia funcional (CVPE)
www.gabrielamaianutricionista.com.br // Facebook: Gabriela Maia Nutricionista
contato@gabrielamaianutricionista.com.br

Comente via facebook
Deixe seu comentário

Quer que sua foto apareça nos comentários? clique aqui
Topo
Mais Lidos do Blog
Fique conectado com a gente!
  • Boa reflexão!
YouTube
Se inscreva!